Cruzeiro sofre revés no primeiro jogo da final da Copa do Brasil


Fotos: Washington Alves/LightPress
Da Redação
Maikyson Coelho
Em jogo extremamente equilibrado, realizado no estádio Independência, na noite dessa quarta-feira, o Maior de Minas foi superado pelo Atlético-MG, por 2 a 0. Luan e Dátolo fizeram os gols da partida, que era válida pelo primeiro confronto da final da Copa do Brasil. O duelo decisivo está marcado para o dia 26, às 22h, no Mineirão, onde o Cruzeiro espera contar o apoio da nação azul para conseguir o quinto título do torneio.
O primeiro gol do time mandante ocorreu aos oito minutos da primeira etapa, com Luan, em posição duvidosa. Já o último tento da noite foi anotado aos 13 minutos do segundo tempo, quando Dátolo aproveitou bola escorada por Carlos. Para o confronto derradeiro, a Raposa precisa de três gols de diferença para garantir o troféu sem depender do desempenho do rival. Se vencer pelo mesmo placar do embate dessa quarta-feira, a decisão será feita na cobrança de pênaltis.
No domingo, o time estrelado volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro contra o Santos-SP, às 17h, na Vila Belmiro. Atual campeão da competição, a equipe cinco estrelas lidera o certame com quatro pontos de vantagem e um jogo a menos que o segundo colocado.
O jogo
A grande decisão começou com o Maior de Minas no campo de ataque. Com 40 segundos, Willian sofreu falta de Jemerson, na entrada da área. Ricardo Goulart foi para a cobrança, mas não conseguiu finalizar com precisão e a bola ficou com Victor.
O primeiro gol da partida aconteceu logo aos oito minutos. No lance, Marcos Rocha cobrou lateral na área, a zaga celeste afastou e bola sobrou com Josué. O volante tocou para o lateral atleticano que cruzou para Luan e este, em posição de impedimento, fez o gol do time rival, de cabeça. Atlético-MG 1 x 0.
A Raposa não demorou a responder e, aos 11 minutos, Marcelo Moreno chutou para boa defesa de Victor, após pegar sobra de arremate feito por Everton Ribeiro. Na sequência, em cobrança de escanteio, o boliviano desviou e Ricardo Goulart se esticou todo, mas não conseguiu alcançar a bola na segunda trave.
O confronto estava bastante equilibrado no primeiro tempo, com alternância de chances entre as duas agremiações. Aos 32 minutos, Dátolo recebeu pela ponta direita, driblou para o centro e arriscou de canhota. Fábio saltou no canto esquerdo e espalmou para escanteio. Na cobrança, a muralha azul interviu, novamente, e afastou o perigo.
2° Tempo
A primeira chance da segunda etapa foi da equipe mandante, com Dátolo, em chute de fora da área, aos dois minutos, que acabou nas mãos de Fábio. Em seguida, foi a vez de o time estrelado tentar o empate. Na jogada, Willian deu bom passe para Marcelo Moreno, mas o boliviano teve dificuldades para dominar a bola e finalizou, de forma desequilibrada, para a linha de fundo.
Aos 13 minutos, em jogada iniciada com cobraça de lateral, o time da casa ampliou o placar. O lance do gol começou com Marcos Rocha, que lançou a bola com as mãos na área celeste para Carlos. O atacante adversário não conseguiu fazer o domínio e acabou escorando para Dátolo, que finalizou com a perna esquerda, sem chances para Fábio. Atlético-MG 2 x 0.
Com a vantagem no placar, o clube rival adotou uma postura mais cadenciada, priorizando a defesa. Por outro lado, o Maior de Minas tentava se lançar ao ataque visando diminuir a diferença para o jogo de volta. Esse panorama dificultava a criação de jogadas e fazia com que a bola ficasse presa na faixa intermediária do gramado.
Com 36 minutos, Mayke fez boa tabela pela ponta direita e cruzou para Moreno. O artilheiro girou o corpo para finalizar, mas foi travado por Josué no momento do arremate. Apesar de o Cruzeiro continuar atacando, a melhor chance nos minutos finais foi atleticana, com Diego Tardelli. Aos 41, o atacante recebeu passe de Carlos e finalizou para excelente defesa de Fábio.
ATLÉTICO-MG 2 X 0 CRUZEIRO
Motivo: Primeira partida da final da Copa do Brasil
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 12 de novembro de 2014, quarta-feira
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ)
Gols: Luan, aos oito minutos do primeiro tempo; Dátolo, aos 13 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Josué (Atlético-MG); Samudio (Cruzeiro)
ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Josué, Leandro Donizete e Dátolo; Tardelli, Luan (Marion) e Carlos
Técnico: Levir Culpi
CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Bruno Rodrigo, Léo e Samudio; Lucas Silva (Nilton), Henrique, Everton Ribeiro (Júlio Baptista) e Ricardo Goulart (Dagoberto); Willian e Marcelo Moreno
Técnico: Marcelo Oliveira
Fonte: Site Oficial do Cruzeiro


Fotos: Washington Alves/LightPress
Da Redação
Maikyson Coelho
Em jogo extremamente equilibrado, realizado no estádio Independência, na noite dessa quarta-feira, o Maior de Minas foi superado pelo Atlético-MG, por 2 a 0. Luan e Dátolo fizeram os gols da partida, que era válida pelo primeiro confronto da final da Copa do Brasil. O duelo decisivo está marcado para o dia 26, às 22h, no Mineirão, onde o Cruzeiro espera contar o apoio da nação azul para conseguir o quinto título do torneio.
O primeiro gol do time mandante ocorreu aos oito minutos da primeira etapa, com Luan, em posição duvidosa. Já o último tento da noite foi anotado aos 13 minutos do segundo tempo, quando Dátolo aproveitou bola escorada por Carlos. Para o confronto derradeiro, a Raposa precisa de três gols de diferença para garantir o troféu sem depender do desempenho do rival. Se vencer pelo mesmo placar do embate dessa quarta-feira, a decisão será feita na cobrança de pênaltis.
No domingo, o time estrelado volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro contra o Santos-SP, às 17h, na Vila Belmiro. Atual campeão da competição, a equipe cinco estrelas lidera o certame com quatro pontos de vantagem e um jogo a menos que o segundo colocado.
O jogo
A grande decisão começou com o Maior de Minas no campo de ataque. Com 40 segundos, Willian sofreu falta de Jemerson, na entrada da área. Ricardo Goulart foi para a cobrança, mas não conseguiu finalizar com precisão e a bola ficou com Victor.
O primeiro gol da partida aconteceu logo aos oito minutos. No lance, Marcos Rocha cobrou lateral na área, a zaga celeste afastou e bola sobrou com Josué. O volante tocou para o lateral atleticano que cruzou para Luan e este, em posição de impedimento, fez o gol do time rival, de cabeça. Atlético-MG 1 x 0.
A Raposa não demorou a responder e, aos 11 minutos, Marcelo Moreno chutou para boa defesa de Victor, após pegar sobra de arremate feito por Everton Ribeiro. Na sequência, em cobrança de escanteio, o boliviano desviou e Ricardo Goulart se esticou todo, mas não conseguiu alcançar a bola na segunda trave.
O confronto estava bastante equilibrado no primeiro tempo, com alternância de chances entre as duas agremiações. Aos 32 minutos, Dátolo recebeu pela ponta direita, driblou para o centro e arriscou de canhota. Fábio saltou no canto esquerdo e espalmou para escanteio. Na cobrança, a muralha azul interviu, novamente, e afastou o perigo.
2° Tempo
A primeira chance da segunda etapa foi da equipe mandante, com Dátolo, em chute de fora da área, aos dois minutos, que acabou nas mãos de Fábio. Em seguida, foi a vez de o time estrelado tentar o empate. Na jogada, Willian deu bom passe para Marcelo Moreno, mas o boliviano teve dificuldades para dominar a bola e finalizou, de forma desequilibrada, para a linha de fundo.
Aos 13 minutos, em jogada iniciada com cobraça de lateral, o time da casa ampliou o placar. O lance do gol começou com Marcos Rocha, que lançou a bola com as mãos na área celeste para Carlos. O atacante adversário não conseguiu fazer o domínio e acabou escorando para Dátolo, que finalizou com a perna esquerda, sem chances para Fábio. Atlético-MG 2 x 0.
Com a vantagem no placar, o clube rival adotou uma postura mais cadenciada, priorizando a defesa. Por outro lado, o Maior de Minas tentava se lançar ao ataque visando diminuir a diferença para o jogo de volta. Esse panorama dificultava a criação de jogadas e fazia com que a bola ficasse presa na faixa intermediária do gramado.
Com 36 minutos, Mayke fez boa tabela pela ponta direita e cruzou para Moreno. O artilheiro girou o corpo para finalizar, mas foi travado por Josué no momento do arremate. Apesar de o Cruzeiro continuar atacando, a melhor chance nos minutos finais foi atleticana, com Diego Tardelli. Aos 41, o atacante recebeu passe de Carlos e finalizou para excelente defesa de Fábio.
ATLÉTICO-MG 2 X 0 CRUZEIRO
Motivo: Primeira partida da final da Copa do Brasil
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 12 de novembro de 2014, quarta-feira
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ)
Gols: Luan, aos oito minutos do primeiro tempo; Dátolo, aos 13 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Josué (Atlético-MG); Samudio (Cruzeiro)
ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Josué, Leandro Donizete e Dátolo; Tardelli, Luan (Marion) e Carlos
Técnico: Levir Culpi
CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Bruno Rodrigo, Léo e Samudio; Lucas Silva (Nilton), Henrique, Everton Ribeiro (Júlio Baptista) e Ricardo Goulart (Dagoberto); Willian e Marcelo Moreno
Técnico: Marcelo Oliveira
Fonte: Site Oficial do Cruzeiro
 
Layout por Layous Ceu Azul | Cruzeiro Torcedor | por: Willian Ernani