Calculadora na mão: Cruzeiro quer o título do Brasileiro antes da finalíssima

Time celeste tem chances de conquistar o tetracampeonato brasileiro na 35ª ou na 36ª rodada, antes de decidir o título da Copa do Brasil com o Atlético-MG

O Cruzeiro tem um desejo: chegar ao segundo duelo da decisão da Copa do Brasil, no próximo dia 26, contra o Atlético-MG, já campeão brasileiro. As contas existem e mostram que o plano é possível. Para isso, a Raposa precisa superar a derrota dessa quarta para Galo e focar nos dois próximos jogos, contra Santos e Grêmio, ambos fora de casa. E para atingir o objetivo, os números já estão na cabeça dos jogadores. 
Faltando cinco jogos para o final do Brasileirão, é de quatro pontos a diferença do Cruzeiro para o São Paulo, que tem um jogo a mais (34 contra 33). No domingo, o primeiro pega o Santos no Pacaembu, e o segundo faz o clássico contra o Palmeiras. Se a vantagem aumentar para sete pontos (ou seja, com uma combinação de vitória celeste e derrota tricolor), já existe a possibilidade de título antecipado a partir da rodada seguinte.


Depois, o Cruzeiro enfrenta o Grêmio em Porto Alegre, na próxima quarta-feira, e o São Paulo folga na rodada nacional, já que entra em campo pela Sul-Americana. Uma vitória no Sul levaria a vantagem na liderança para dez pontos, faltando três rodadas.  
Mesmo os concorrentes que vêm atrás - Inter, Grêmio, Atlético-MG e Corinthians - também não teriam mais como alcançar os mineiros. 
Uma missão menos complicada é voltar das duas partidas longe de Belo Horizonte com sete pontos de vantagem sobre o více-líder. Neste caso, uma vitória sobre o Goiás, no Mineirão, pela 36ª rodada, garantiria o título a duas rodadas do fim. O duelo contra o Esmeraldino é justamente antes do segundo confronto diante do Atlético-MG.
Embora faça os cálculos, o Cruzeiro prega também atenção apenas no próximo jogo. O meia Éverton Ribeiro admite que pensa na hipótese de ser campeão antes da finalíssima da Copa do Brasil, mas para isso o Cruzeiro precisa virar a chave para o Brasileirão e encarar o jogo contra o Santos como mais uma final.
- A partir do momento que acabou o jogo contra o Atlético-MG, chegamos aqui com o pensamento no Brasileiro. A gente sabe que pode em três jogos garantir o título. Então, nada melhor chegar no próximo jogo e conseguir uma vitória. Sabemos que vai ser difícil, mas temos que fazer de tudo para garantir esse título o quanto antes – afirmou o meia.
O lateral-direito Ceará destacou a necessidade de pensar no Santos neste momento, mas admite que é interessante chegar à decisão da Copa do Brasil apenas com um foco, ou seja, já campeão brasileiro.
- Na verdade, o nosso pensamento é jogo a jogo. Abordamos uma partida de cada vez. Não adianta pensar no Grêmio se antes tem o Santos. Temos que pensar no Santos, na possibilidade de conquistar os três pontos. Não vai ser fácil. Nas últimas vezes foi muito difícil. Na última, pela Copa do Brasil, empatamos e conseguimos a classificação. Temos que abordar esse jogo como mais uma decisão, para que depois da partida a gente possa fazer o cálculo das possibilidades.
A expectativa é que o título brasileiro dê não só tranquilidade, mas também um gás extra aos jogadores para correr atrás de uma reação, já que o Cruzeiro perdeu por 2 a 0 no primeiro jogo da final da Copa do Brasil. Para o meia Éverton Ribeiro, esse pode ser o caminho para o time celeste, inclusive, superar o desgaste físico e ficar com os dois títulos.
- Com certeza (pode acender o time). Conseguindo esse título antecipado, vai nos dar ainda mais força para buscar a virada e conquistar também a Copa do Brasil - completa Ceará.
Segundo o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, o Cruzeiro hoje tem 90% de chances de ser campeão do Brasileiro. O São Paulo tem 6%, e Inter, Grêmio, Atlético-MG e Corinthians têm 1%, cada.

Time celeste tem chances de conquistar o tetracampeonato brasileiro na 35ª ou na 36ª rodada, antes de decidir o título da Copa do Brasil com o Atlético-MG

O Cruzeiro tem um desejo: chegar ao segundo duelo da decisão da Copa do Brasil, no próximo dia 26, contra o Atlético-MG, já campeão brasileiro. As contas existem e mostram que o plano é possível. Para isso, a Raposa precisa superar a derrota dessa quarta para Galo e focar nos dois próximos jogos, contra Santos e Grêmio, ambos fora de casa. E para atingir o objetivo, os números já estão na cabeça dos jogadores. 
Faltando cinco jogos para o final do Brasileirão, é de quatro pontos a diferença do Cruzeiro para o São Paulo, que tem um jogo a mais (34 contra 33). No domingo, o primeiro pega o Santos no Pacaembu, e o segundo faz o clássico contra o Palmeiras. Se a vantagem aumentar para sete pontos (ou seja, com uma combinação de vitória celeste e derrota tricolor), já existe a possibilidade de título antecipado a partir da rodada seguinte.


Depois, o Cruzeiro enfrenta o Grêmio em Porto Alegre, na próxima quarta-feira, e o São Paulo folga na rodada nacional, já que entra em campo pela Sul-Americana. Uma vitória no Sul levaria a vantagem na liderança para dez pontos, faltando três rodadas.  
Mesmo os concorrentes que vêm atrás - Inter, Grêmio, Atlético-MG e Corinthians - também não teriam mais como alcançar os mineiros. 
Uma missão menos complicada é voltar das duas partidas longe de Belo Horizonte com sete pontos de vantagem sobre o více-líder. Neste caso, uma vitória sobre o Goiás, no Mineirão, pela 36ª rodada, garantiria o título a duas rodadas do fim. O duelo contra o Esmeraldino é justamente antes do segundo confronto diante do Atlético-MG.
Embora faça os cálculos, o Cruzeiro prega também atenção apenas no próximo jogo. O meia Éverton Ribeiro admite que pensa na hipótese de ser campeão antes da finalíssima da Copa do Brasil, mas para isso o Cruzeiro precisa virar a chave para o Brasileirão e encarar o jogo contra o Santos como mais uma final.
- A partir do momento que acabou o jogo contra o Atlético-MG, chegamos aqui com o pensamento no Brasileiro. A gente sabe que pode em três jogos garantir o título. Então, nada melhor chegar no próximo jogo e conseguir uma vitória. Sabemos que vai ser difícil, mas temos que fazer de tudo para garantir esse título o quanto antes – afirmou o meia.
O lateral-direito Ceará destacou a necessidade de pensar no Santos neste momento, mas admite que é interessante chegar à decisão da Copa do Brasil apenas com um foco, ou seja, já campeão brasileiro.
- Na verdade, o nosso pensamento é jogo a jogo. Abordamos uma partida de cada vez. Não adianta pensar no Grêmio se antes tem o Santos. Temos que pensar no Santos, na possibilidade de conquistar os três pontos. Não vai ser fácil. Nas últimas vezes foi muito difícil. Na última, pela Copa do Brasil, empatamos e conseguimos a classificação. Temos que abordar esse jogo como mais uma decisão, para que depois da partida a gente possa fazer o cálculo das possibilidades.
A expectativa é que o título brasileiro dê não só tranquilidade, mas também um gás extra aos jogadores para correr atrás de uma reação, já que o Cruzeiro perdeu por 2 a 0 no primeiro jogo da final da Copa do Brasil. Para o meia Éverton Ribeiro, esse pode ser o caminho para o time celeste, inclusive, superar o desgaste físico e ficar com os dois títulos.
- Com certeza (pode acender o time). Conseguindo esse título antecipado, vai nos dar ainda mais força para buscar a virada e conquistar também a Copa do Brasil - completa Ceará.
Segundo o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, o Cruzeiro hoje tem 90% de chances de ser campeão do Brasileiro. O São Paulo tem 6%, e Inter, Grêmio, Atlético-MG e Corinthians têm 1%, cada.
 
Layout por Layous Ceu Azul | Cruzeiro Torcedor | por: Willian Ernani