Estatísticas: os principais números e curiosidades do Cruzeiro até 2013

Os maiores artilheiros:
Tostão – 242 gols
Dirceu Lopes – 223 gols
Niginho – 207 gols
Bengala – 168 gols
Marcelo Ramos – 162 gols
Ninão – 156 gols
Palhinha – 156 gols
Alcides – 144 gols
Joãozinho – 118 gols
Raimundinho – 111 gols
Roberto Batata – 110 gols
Evaldo – 108 gols
Nelinho – 105 gols

Os jogadores que mais vestiram a camisa do Cruzeiro:
Zé Carlos – 619 jogos
Dirceu Lopes – 601 jogos
Piazza – 556 jogos
Raul – 549 jogos
Eduardo Amorim – 544 jogos

Jogador que mais marcou gols em um só jogo:
Ninão, 10 gols contra o Alves Nogueira, em 1928, na goleada de 14 a 0 válida pelo Campeonato da Cidade

Maior goleada:
Cruzeiro 14 x 0 Alves Nogueira, pelo Campeonato da Cidade de 1928

Maior artilheiro em cobranças de faltas:
Nelinho, 38 gols

O Cruzeiro representado na Seleção Brasileira:

439 vezes o Cruzeiro teve um jogador em campo vestindo a camisa da Seleção

57 atletas diferentes já entraram em campo pela Seleção como jogadores do Cruzeiro

Jogador que mais vestiu a camisa da Seleção (como atleta do Cruzeiro):
Piazza, 65 partidas

Jogador que mais marcou gols pela Seleção (como atleta do Cruzeiro):
Tostão, 36 gols em 59 jogos

Primeiro jogador a vestir a camisa da Seleção:
Niginho, em 1936

Último jogador a vestir a camisa da Seleção:
Gilberto, na Copa do Mundo de 2010

Jogadores do Cruzeiro em Copas do Mundo:
Tostão (1966 e 1970)
Piazza (1970 e 1974)
Fontana (1970)
Nelinho (1974 e 1978)
Perfumo (1974, pela Argentina)
Ronaldo (1994)
Dida (1998)
Edílson (2002)
Gilberto (2010)

Números do Cruzeiro no Mineirão:
1.546 jogos (é o clube que mais jogou no estádio)
960 vitórias (clube que mais venceu)
348 empates
238 derrotas
69,6%

Clube que mais vezes enfrentou no Mineirão:
Atlético
218 jogos, 80 vitórias, 69 empates e 69 derrotas (de acordo com estatísticas do Cruzeiro)
224 jogos, 81 vitórias, 71 empates e 72 derrotas (segundo números do Galo)

Jogos históricos no Mineirão
Jogo 01 – Cruzeiro 3 x 1 Villa Nova, amistoso, em 15/09/1965
Jogo 50 – Cruzeiro 4 x 1 Uberlândia, pelo Campeonato Mineiro, em 13/11/1966
Jogo 100 – Cruzeiro 3 x 1 Araxá, pelo Campeonato Mineiro, em 27/04/1968
Jogo 500 – Cruzeiro 1 x 0 Valério, pelo Campeonato Mineiro, em 03/03/1979
Jogo 1.000 – Cruzeiro 1 x 1 Botafogo, amistoso, em 07/08/1994
Jogo 1.500 – Cruzeiro 5 x 0 Atlético, pelo Campeonato Mineiro, em 27/04/2008

Gols históricos no Mineirão
Gol 01 – Dalmar – Cruzeiro 3 x 1 Villa Nova, amistoso, em 15/09/1965
Gol 50 – Marco Antônio - Cruzeiro 5 x 4 Rapid Viena (Áustria), amistoso, em 26/01/1966
Gol 100 – Pedro Paulo – Cruzeiro 4 x 1 Uberlândia, pelo Campeonato Mineiro, em 09/07/1966
Gol 500 – Rodrigues – Cruzeiro 1 x 1 Atlético-MG, pelo Campeonato Mineiro, em 02/08/1970
Gol 1.000 – Neca – Cruzeiro 3 x 0 Uberaba, pelo Campeonato Mineiro, em 12/06/1977
Gol 2.000 – Roberto Gaúcho – Cruzeiro 3 x 0 Estudiantes (ARG), Supercopa, em 12/10/1994
Gol 3.000 – Kléber – Cruzeiro 4 x 1 Ituiutaba, pelo Campeonato Mineiro, em 01/03/2009

Feitos relevantes do clube:

Melhor clube brasileiro do século XX, eleito pela IFFHS, órgão reconhecido pela Fifa

Melhor aproveitamento em pontos corridos da história da Libertadores, entre todos os 130 clubes que participaram de mais de uma edição

Segundo clube brasileiro mais presente no ranking mundial da Fifa, divulgado ano a ano, desde 1991. Foram 8 aparições, contra 10 do São Paulo e 4 do Grêmio, terceiro colocado.

7º melhor clube sul-americano no século XX, eleito pela IFFHS

23º melhor clube do mundo na primeira década do século XXI, de acordo com a IFFHS

4º melhor clube sul-americano na primeira década do século XXI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por Comentar!

0
Os maiores artilheiros:
Tostão – 242 gols
Dirceu Lopes – 223 gols
Niginho – 207 gols
Bengala – 168 gols
Marcelo Ramos – 162 gols
Ninão – 156 gols
Palhinha – 156 gols
Alcides – 144 gols
Joãozinho – 118 gols
Raimundinho – 111 gols
Roberto Batata – 110 gols
Evaldo – 108 gols
Nelinho – 105 gols

Os jogadores que mais vestiram a camisa do Cruzeiro:
Zé Carlos – 619 jogos
Dirceu Lopes – 601 jogos
Piazza – 556 jogos
Raul – 549 jogos
Eduardo Amorim – 544 jogos

Jogador que mais marcou gols em um só jogo:
Ninão, 10 gols contra o Alves Nogueira, em 1928, na goleada de 14 a 0 válida pelo Campeonato da Cidade

Maior goleada:
Cruzeiro 14 x 0 Alves Nogueira, pelo Campeonato da Cidade de 1928

Maior artilheiro em cobranças de faltas:
Nelinho, 38 gols

O Cruzeiro representado na Seleção Brasileira:

439 vezes o Cruzeiro teve um jogador em campo vestindo a camisa da Seleção

57 atletas diferentes já entraram em campo pela Seleção como jogadores do Cruzeiro

Jogador que mais vestiu a camisa da Seleção (como atleta do Cruzeiro):
Piazza, 65 partidas

Jogador que mais marcou gols pela Seleção (como atleta do Cruzeiro):
Tostão, 36 gols em 59 jogos

Primeiro jogador a vestir a camisa da Seleção:
Niginho, em 1936

Último jogador a vestir a camisa da Seleção:
Gilberto, na Copa do Mundo de 2010

Jogadores do Cruzeiro em Copas do Mundo:
Tostão (1966 e 1970)
Piazza (1970 e 1974)
Fontana (1970)
Nelinho (1974 e 1978)
Perfumo (1974, pela Argentina)
Ronaldo (1994)
Dida (1998)
Edílson (2002)
Gilberto (2010)

Números do Cruzeiro no Mineirão:
1.546 jogos (é o clube que mais jogou no estádio)
960 vitórias (clube que mais venceu)
348 empates
238 derrotas
69,6%

Clube que mais vezes enfrentou no Mineirão:
Atlético
218 jogos, 80 vitórias, 69 empates e 69 derrotas (de acordo com estatísticas do Cruzeiro)
224 jogos, 81 vitórias, 71 empates e 72 derrotas (segundo números do Galo)

Jogos históricos no Mineirão
Jogo 01 – Cruzeiro 3 x 1 Villa Nova, amistoso, em 15/09/1965
Jogo 50 – Cruzeiro 4 x 1 Uberlândia, pelo Campeonato Mineiro, em 13/11/1966
Jogo 100 – Cruzeiro 3 x 1 Araxá, pelo Campeonato Mineiro, em 27/04/1968
Jogo 500 – Cruzeiro 1 x 0 Valério, pelo Campeonato Mineiro, em 03/03/1979
Jogo 1.000 – Cruzeiro 1 x 1 Botafogo, amistoso, em 07/08/1994
Jogo 1.500 – Cruzeiro 5 x 0 Atlético, pelo Campeonato Mineiro, em 27/04/2008

Gols históricos no Mineirão
Gol 01 – Dalmar – Cruzeiro 3 x 1 Villa Nova, amistoso, em 15/09/1965
Gol 50 – Marco Antônio - Cruzeiro 5 x 4 Rapid Viena (Áustria), amistoso, em 26/01/1966
Gol 100 – Pedro Paulo – Cruzeiro 4 x 1 Uberlândia, pelo Campeonato Mineiro, em 09/07/1966
Gol 500 – Rodrigues – Cruzeiro 1 x 1 Atlético-MG, pelo Campeonato Mineiro, em 02/08/1970
Gol 1.000 – Neca – Cruzeiro 3 x 0 Uberaba, pelo Campeonato Mineiro, em 12/06/1977
Gol 2.000 – Roberto Gaúcho – Cruzeiro 3 x 0 Estudiantes (ARG), Supercopa, em 12/10/1994
Gol 3.000 – Kléber – Cruzeiro 4 x 1 Ituiutaba, pelo Campeonato Mineiro, em 01/03/2009

Feitos relevantes do clube:

Melhor clube brasileiro do século XX, eleito pela IFFHS, órgão reconhecido pela Fifa

Melhor aproveitamento em pontos corridos da história da Libertadores, entre todos os 130 clubes que participaram de mais de uma edição

Segundo clube brasileiro mais presente no ranking mundial da Fifa, divulgado ano a ano, desde 1991. Foram 8 aparições, contra 10 do São Paulo e 4 do Grêmio, terceiro colocado.

7º melhor clube sul-americano no século XX, eleito pela IFFHS

23º melhor clube do mundo na primeira década do século XXI, de acordo com a IFFHS

4º melhor clube sul-americano na primeira década do século XXI

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.

 
Layout por Layous Ceu Azul | Cruzeiro Torcedor | por: Willian Ernani